Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-settings.php on line 472

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-settings.php on line 487

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-settings.php on line 494

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-settings.php on line 530

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-includes/cache.php on line 103

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-includes/query.php on line 21

Deprecated: Assigning the return value of new by reference is deprecated in /home/belinha/public_html/falandosobre/wp-includes/theme.php on line 623
Cybele Meyer :: Falando Sobre... internautas

Norma começa no domingo

Tags: , ,

O Programa “Norma” interpretado pela Denise Fraga estreia este domingo dia 04 de outubro logo após o Fantástico.

Quem acompanha o “Falando sobre…” sabe que já falei sobre o programa, sobre o blog da Denise, que já estive lá na Globo assistindo as primeiras gravações e conversando com Luiz Villaça, o diretor, e que fui citada junto com outros blogueiros, com link para o meu blog, no Jornal O Globo por participar de um café da manhã com a equipe do programa.

Agora quero passar mais detalhes para que vocês estejam bem informados quando o programa começar.

A essência do programa é mostrar a rotina de uma mulher comum, separada, com uma filha adolescente e que utiliza as pesquisas que faz na agência em que trabalha para nortear sua vida. O diferencial é que o diretor Luiz Villaça quer que o programa seja construído por inúmeras “mãos” tanto presencial, através dos participantes da plateia, quanto virtual através de várias mídias como skype, chat, MSN…

Após a estreia do programa será disponibilizado no Blog da Denise uma ferramenta “roteiro” onde o internauta poderá contribuir com idéias e formar o próximo programa.

O elenco reúne atores e atrizes que eu, particularmente adoro, e que irão compor os personagens que agirão com muito bom humor encerrando o nosso domingo com um super astral.

Para quem acha que Norma será uma super mulher e que ninguém chegará a seus pés está muito enganada.

“Já no nome, Norma (Denise Fraga) carrega o peso de viver dentro dos padrões. “Tenho 40 anos, separada, uma filha adolescente. Não sou alta nem baixa, nem moderna nem toda certinha, eu gosto mesmo é de ficar na média. Acho que é por isso que eu virei uma pesquisadora”, se define. Nunca admitiu, mas a verdade é que, na infância e adolescência, não gostava muito do próprio nome e tinha sérias dúvidas a respeito de vários aspectos de sua personalidade e de seu físico. Por conta disso resolveu estudar psicologia: para se entender melhor. Insegura, influenciável, sempre se considerou uma pessoa “diferente” e lutou muito para ser “igual aos outros” (ainda não conseguiu, mas melhorou bastante, no seu modo de ver). No amor, não se achava à altura dos rapazes por quem realmente caía o queixo, assim foi aceitando os que apareciam no caminho e levando a sério os que nenhuma de suas amigas levava. Resultado: casou com o primeiro namorado, Claudio (Cássio Gabus Mendes). Quando terminou a faculdade, casada e mãe de uma menina de 3 anos, foi efetivada na firma de pesquisas onde trabalhava como estagiária. Até hoje continua lá, no seu primeiro emprego. Usa as pesquisas feitas no trabalho para auxiliá-la a tomar decisões pessoais. Percentagens e modelos de comportamento das pesquisas são incorporados a sua fala cotidiana. A separação recente de Cláudio, baseada em pesquisas, foi um gesto de coragem e auto-afirmação. Norma decidiu começar tudo de novo e não mede esforços para cuidar do visual e do espírito, nesta nova fase de sua vida, mas sem esquecer das pesquisas, aliás, seus passos são planejados em função dos resultados.”

Segue abaixo a entrevista do diretor Luiz Villaça (lado direito da Denise) e do roteirista Maurício Arruda (lado esquerdo da Denise):

Como surgiu a ideia do programa? Qual foi a inspiração? Alguma referência nacional ou internacional?

Luiz Villaça - Eu e o Maurício já trabalhamos juntos há 9 anos e sempre nos instigou novos formatos, experimentação, desafios. Acho que ‘Norma’ é um resultado natural dessa dupla. Não houve inspiração em nada, nenhuma referência. Houve, sim, a vontade de fazer um programa que fizesse a conversa entre TV e internet, além de querermos brincar com a ficção misturada com um programa de auditório.

Maurício Arruda - Decidimos propor à TV Globo um projeto que contasse as aventuras de uma mulher comum, mas com recursos de interatividade. O público, através da internet, ajudaria a criar as histórias de Norma – uma pesquisadora divorciada que tem uma filha adolescente e um ex-marido e uma ex-sogra que não saem do seu pé. As sitcoms americanas e alguns programas têm plateias que não interferem diretamente na ação. No caso de ‘Norma’, o programa de ficção vira um programa de auditório com participação ativa da plateia, além dos internautas.

Por que optou por ter a participação do público como algo determinante?

LV - Acho muito rico discutir temas com grupos de pessoas. Ver a criatividade de ideias, o imenso talento do brasileiro em criar, a disponibilidade de brincar. Além disso, acho maravilhoso dividir idéias e discutir com as pessoas, abrir nossas cabeças.

Como será a participação da plateia no programa?

MA – A plateia discute com Denise Fraga o conflito da personagem, sugere como ela deve agir frente a determinadas situações, ou até mesmo colabora com diálogos. Nas cenas de plateia a Denise Fraga improvisa bastante, levantando questões com o público que transcendem a dramaturgia. Os internautas também podem participar, já que as gravações em estúdio são transmitidas ao vivo pela internet.

Qual será o papel do site do programa na produção do que vai ao ar na TV?

LV - Queremos passo a passo, tornar cada vez mais o programa totalmente interativo. Além de discutirmos as idéias, queremos começar a desenvolver cenas com o público. Nosso objetivo é fazer um roteiro com mil mãos.

MA - A inspiração para os roteiros dos episódios conta com a colaboração dos internautas que sugerem e discutem temas através do site do programa (www.globo.com/norma).  Através do site o público também vai sugerir cenas e diálogos.

Onde as gravações acontecem?

LV - As gravações acontecem em São Paulo. Norma é paulista e o centro de pesquisas do Brasil também é em São Paulo. Ela representa uma mulher, que mora em uma grande metrópole, separada, com uma filha adolescente, ou seja, representa milhares de mulheres que moram em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e outros.

É a primeira vez que você escreve para um programa que conta com uma colaboração tão grande? Com está sendo?

MA - Eu era da equipe de roteiristas do ‘Retrato Falado’, que tinha como ponto de partida histórias reais enviadas pelo público (naquela época muitas ainda chegavam por cartas). Mas neste projeto a participação é muito mais ampla. Ao mesmo tempo em que usamos recursos atuais, por vezes parece que estamos fazendo dramaturgia ao vivo, como do começo da história da nossa TV. É um formato dinâmico e com muitas possibilidades. Hoje, temos muito mais perguntas do que respostas sobre ele.

Comentários (0) 09/30/2009